Café: Ame-o ou Deixe-o!

Algumas xícaras podem auxiliar no seu bem estar, mas o consumo exagerado poderá ser prejudicial.

O café faz parte da rotina diária de muitas pessoas, seja o estimulante da manhã ou o complemento da noite para um jantar satisfatório. 

E não é de admirar: uma xícara de café quente é reconfortante e saborosa. 

O que torna ele melhor ainda, são que novas evidências continuam associando o café a benefícios de saúde, como a redução do risco de morte prematura, conforme informamos a você em fevereiro de 2016.

Os Benefícios

O café vem das sementes (ou feijões) das cerejas que crescem no cafeeiro. Quando você coloca água quente sobre grãos de café secos, torrados e moídos, você obtém a bebida marrom saborosa que muitas pessoas – 54% das pessoas com 18 anos ou mais nos Estados Unidos – bebem diariamente.

Os Riscos

O Dr. Rimm diz que os benefícios para a saúde estão associados à ingestão de uma a cinco xícaras de café por dia e, para muitas condições de saúde, não importa muito se o café contém cafeína ou não. No entanto, em algumas pessoas, muita cafeína – mais de 300 miligramas por dia – pode levar à insônia, nervosismo, palpitações cardíacas e nervosismo. 

É mais provável que a cafeína ingerida após o meio-dia interfira no sono. 

“Se você toma café e dorme menos todas as noites, pode estar se arriscando a desenvolver outras condições crônicas a longo prazo”, diz o Dr. Rimm. 

O uso demasiado de cafeína também pode elevar a pressão arterial. 

Os efeitos negativos da cafeína desaparecem quando você para de consumi-la.

Um resumo de:

Harvard Health
Coffee: Love it or leave it?
https://www.health.harvard.edu/staying-healthy/coffee-love-it-or-leave-it

Se gostou das informações, clique em Like.